HomeAcidentes

Seguro Dpvat: Guia Completo

Seguro Dpvat: Guia Completo
Like Tweet Pin it Share Share Email

Sabemos que todos os motoristas precisam pagar o seguro DPVAT. Mas afinal, você sabe o que é esse seguro e como ele pode te beneficiar?
O seguro DPVAT nada mais é do que o seguro obrigatório que todos os donos de veículos devem pagar anualmente. O mesmo é pago pelos motoristas com o intuito de indenizar aqueles que sofrem acidentes de trânsito. Além disso, o valor que é cobrado todos os anos é 36% mais caro para os donos de motos do que para os donos de carros.

O que é seguro DPVAT?

O DPVAT então é o seguro cobrado juntamente com o IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. A cobrança do seguro é uma obrigatoriedade das leis de trânsito, e o mesmo é utilizado para as vítimas que sofrem acidentes de trânsito que n ocaso são causados por veículos de caráter motor que circulam tanto por asfalto como por também por terra.

Veja também Consulta Seguro Desemprego.

Sendo assim, toda vez que um indivíduo sofre um acidente, seja ele um passageiro, um motorista (sendo o dono do veículo ou não) ou o pedestre, sempre que o DPVAT está em dia, ela tem direito à indenização. E no que diz respeito ao seguro, não importa de quem foi a culpa: o que importa é que o seguro cobre a invalidez permanente, a morte ou as próprias despesas e gastos com procedimentos médicos em geral.

Porém, o DPVAT se trata de um seguro que é pago unicamente pelos donos dos veículos, mas em caso de acidente, todos são indenizados. Assim, toda a população brasileira tem direito ao seguro, afinal, todos nós estamos sujeitos a ser uma vítima de algum acidente. E nesse caso, o indivíduo será indenizado.

Porém, em casos mais extremos como é o caso de morte, os herdeiros da vítima do acidente de trânsito ainda são indenizados em um valor de 13,5 mil reais. No caso de invalidez, a indenização é de até 13,5 mil reais, o que irá depender, no caso, na gravidade do ocorrido. Já no que diz respeito às despesas médicas, o valor do reembolso é de um valor de até 2,7 mil reais.

E no caso quem determina o valor da indenização em casos de invalidez é a própria lei, que vai avaliar os danos causados à vítima do acidente de trânsito. Vamos pensar em uma pessoa que perde o braço em um desses acidentes, por exemplo, e fica impossibilitado da movimentação do mesmo daqui para a frente. A indenização é de 9 mil reais. Para aqueles que perdem a visão de um olho, a indenização é de 6,750 mil reais. Ou seja, a indenização varia caso a caso.

Vale a pena destacar o fato de que a pessoa responsável pela indenização ou no caso pelo reembolso médico é a própria vítima do acidente de trânsito. Basta reunir todos os documentos considerando cada um dos casos e ir até um dos postos de atendimento. Em caso de vítimas fatais, quem faz esses pedidos são os parentes do indivíduo, que no caso se tornam responsáveis por todo esse processo.

Comentários (4)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *